The way everyone can enjoy it!

sábado, 31 de maio de 2014

Dracula (1931)


O clássico dos clássicos dos filmes de terror, que poderá ter sido o filme que pôs o terror no mapa ou que criou mesmo o género, tendo uma legião de fãs e sendo considerado um dos melhores filmes de terror do século XX, tendo a certeza que é o melhor da primeira metade do século. Tudo graças à interpretação de Bela Lugosi que o tornou numa lenda, que até quando morreu, foi cremado vestido de dracula, dando assim para perceber a importância do filme quer na vida do actor quer no panorama da cinematografia. O filme é baseado na obra de Bram Stoker que criou esta personagem tão mítica e misteriosa que até hoje continua a encantar os espectadores e a servir para filmes e séries. Sendo este o primeiro filme de uma saga gigante de filmes e séries sobre o dracula, dando também assim mais importância a este filme.
O filme relata a história de um conde da Transilvânia que é conhecido por ser maléfico e de não ser humano, que decide ir a Londres por causa de negócios que tem, usando os seus poderes para isso. O filme continua em Londres, onde dracula encontra outro personagem que ficou célebre, Van Helsing, que lhe fará a vida negra.
O filme é interessante como memoria do que se fazia naquela altura, tendo em conta que o filme não cria grande medo, mas que na altura deu sensações bem arrepiantes. Sendo um filme lento mas bem interpretado, com as suas qualidades e os seus defeitos, não deixando de ter importância na história do cinema. Para mim o personagem que  achei mais interessante, apesar do dracula ser brilhante, foi o maluco que o acompanhava, dando uma certa piada ao filme só de o ver. O filme é pequeno, mas por causa da sua lentidão de desenvolvimento, pode-se tornar chato, sendo que é um filme recomendado para ver simplesmente pela a história e a importância que tem.

Rate: 6/10

Sem comentários:

Enviar um comentário