The way everyone can enjoy it!

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Hellraiser


Um clássico britânico que só mais tarde foi reconhecido, sendo considerado uns dos melhores filmes de terror feitos no Reino Unido. Apesar de actualmente o filme ser muito conhecido, não passou dos 14 milhões de dólares de bilheteiras. Não sendo considerado pela a crítica uma obra de arte, tem críticas positivas, mostrando o papel que tem na industria do terror e o seu impacto, tornando-o num clássico.
O filme começa em Marrocos onde Frank tem consigo um puzzle em forma de cubo, mostrando um ritual à volta desta peça. A narração passa por contar a história de Kirsty e da sua família sendo que o filme aquece quando coisas estranhas começam acontecer e principalmente quando aparecem demónios que querem levar toda a família para o inferno.
Este é daqueles filmes que com a tecnologia que existe hoje, é difícil de apreciar os efeitos visuais mas mesmo assim e já na época os efeitos eram melhores sendo que aqui são mesmo primários em termos de qualidade. Mas a sua história, os seus cenários e a caracterização dos demónios levam a melhor, dando um interesse especial, tornando principalmente o personagem Pinhead num culto e numa das personagens mais conhecidos do terror. Em suma, o filme é bom, com algumas falhas, principalmente de representação que não apaga a qualidade do filme em geral, mas que não o leva para o patamar seguinte e torna-lo num dos maiores filmes de terror de sempre, sendo que mesmo assim conseguiu encontrar o seu espaço e deixar a sua marca no terror. É um filme que qualquer fã de terror deve ver, pois é um dos bons filmes dos anos 80 e ajudou a trazer os filmes britânicos de terror para a luz do mainstream.


Pontos Positivos:
- História
- Terror
- Cenários
- Caracterização

Pontos Negativos:
- Efeitos especiais
- Representação

Rate: 7.5/10

1 comentário:

  1. É um dos meus preferidos dentro do género. Mesmo que a personagem de Pinhead nunca tenha conseguido ter uma presença como o Kruerger, tem imenso valor na história do cinema principalmente no contexto em que se insere.

    Bons filmes.

    www.cinemaschallenge.blogspot.com

    ResponderEliminar