The way everyone can enjoy it!

terça-feira, 25 de abril de 2017

Split


O novo filme de M. Night Shyamalan que marca o seu regresso à boa realização, trazendo consigo um dos melhores filme de 2017. O filme teve um sucesso de bilheteiras de 274.6 milhões de dólares, tendo como orçamento, 9 milhões de dólares. O filme tem sido aclamado pela crítica e pelo o público, havendo já alguns a pedir a nomeação para oscar de James McAvoy.
A história relata o rapto de três raparigas, que são prisioneiras numa cave, mas este raptor tem uma particularidade, sofre de personalidade múltipla, 23 personalidades para ser exacto, o que confunde as vitimas e as deixa sem saber o que fazer. As raparigas fazem de tudo para escapar daquele buraco, tentando usar as diversas personalidades do raptor, mas tudo complica quando a vigésima quarta personalidade aparece e controla e manipula todas as outras, sendo algum diferente do normal.
O filme consegue o que promete, criar um ambiente de suspense fantástico e com uma alucinante e cativante história. A representação de James McAvoy é fantástica e consegue arrepiar só de ver o talento que têm, conseguindo interpretar na perfeição várias personagens tão diferentes uma das outras, carregando às costas muita da qualidade e da história do filme. O tema da personalidade múltipla é aqui muito bem explorado e repara-se que foi estudado antes de ser introduzido no filme, dando-lhe uma maior profundidade sobre o tema que a maioria dos filmes que abortam a temática.
Por isto tudo e outras surpresas que aparecem no filme, principalmente no fim, este filme marca o inicio de 2017, em termos de terror, mas também o regresso de M. Night Shyamalan, factores mais que suficientes para os fãs de terror e não só, se agarrarem a este filme durante quase duas horas de pura loucura. 


Pontos Positivos:
- Original
- Representação de James McAvoy
- Surpresa final

Pontos Negativos:
- Representação das raparigas

Rate: 8/10

quinta-feira, 16 de março de 2017

Frozen


Não, não é o famoso filme de animação da disney mas sim o filme de terror de 2010 do realizador Adam Green. O filme teve de bilheteira uns modestos 3 milhões de dólares, mas o filme também passou em poucas salas de cinema quer nos Estados Unidos quer internacionalmente. As críticas têm sido mistas, sendo que uns acham o filme interessante e diferente e outros mais do mesmo, não sendo considerado mau mas também nada de especial.
A história relata a viagem de um grupo de amigos à neve, tendo como objectivo passar o dia a fazer ski e a divertirem-se. Mas o tempo foi passando e quando o grupo se apercebeu, entraram no banco elevador para saírem dali, só que quando a viagem ia a meio o elevador pára e o grupo fica preso no meio da descida sem hipóteses de sair. A acção começa aquecer quando os jovens começam a entrar em pânico e a tentar de tudo para sair daquela situação com vida.
Este é daqueles filmes que foi quase esquecido, por primeiro, não ser comercial e não ter tido o destaque que merecia, mas também por ter saído um filme com um enorme sucesso com o mesmo nome, que dificulta a pesquisa deste filme. Mas falando do filme em concreto, o filme é interessante e é daqueles que consegue que uma ideia simples e banal se torne algo de qualidade. Claro que não é uma obra-prima, mas consegue o seu objectivo, que é entreter quem o vê durante um hora e meia com um terror psicológico e nos prende para percebermos se o grupo se consegue safar daquela situação, sendo que o filme é mais real do que parece, pois esta situação pode mesmo acontecer com os problemas e as consequências que aparecem no filme. Este é mais um filme para o lote de filmes que os fãs de terror não devem deixar de ver, sem esperarem algo especial mas sim um filme consistente e bem feito que entretêm quem o vê.


Pontos Positivos:
- Bom Thriller
- Terror Psicológico
- Representação

Pontos Negativos:
- História
- Imagem

Rate: 7/10

terça-feira, 7 de março de 2017

The Blair Witch Project


O filme que ajudou a instalar o estilo pseudo-documentário que foi um sucesso na década seguinte, trazendo este subgénero para o mainstream. O filme teve um enorme sucesso, tendo um orçamento de 60 mil dólares e uma bilheteira de 249 milhões de dólares. As críticas têm sido positivas, relevando a importância do filme para o género e também a criação da sensação de medo sem ter que mostrar o "inimigo", sendo esta última também a razão para algumas críticas negativas.
A história acompanha um grupo de jovens que decide fazer um documentário sobre a lenda da Blair Witch, viajando para a cidade de Burkittsville para entrevistar pessoas locais e tentar captar algum dos fenómenos que lhes foi relatado. As coisas complicam-se quando o grupo acampa na floresta onde tem acontecido os fenómenos e eles próprios são vitimas desses estranhos acontecimentos.
Este foi um filme que durante muito tempo quis ver, principalmente pelas criticas que via e pelo que ouvia dizer. Quando consegui ter acesso ao filme, as minhas expectativas eram altas e no final fiquei um pouco decepcionado, não porque o filme seja mau mas porque esperava outra coisa, senti que o filme ficou mal resolvido e que quando o climax da história chegou o filme acaba. O filme é bom e percebe-se a sua importância e o impacto que teve e continua a ter, sendo muitas vezes comparado com o Cannibal Holocaust pelo o facto de muitos terem pensado que o que aconteceu no filme, tinha acontecido mesmo na vida real, não percebendo que é apenas um filme, mas penso que falta uma pitada de qualquer coisa para estar ao nível dos melhores filmes de terror de sempre.



Pontos Positivos:
- Originalidade
- Representação
- História da lenda Blair Witch

Pontos Negativos:
- Lento
- Imagem
- Câmaras

Rate: 6.5/10

sexta-feira, 3 de março de 2017

Finders Keepers


Mais um filme com um boneco macabro e demoníaco que não traz nada de novo nem de especial à colecção de filmes com esta temática. Este é um filme feito exclusivamente para televisão, não passando em cinemas, sendo por isso que não há registos de bilheteira ou de lucro/prejuízo. O filme tem tido criticas mais negativas do que positivas, não tendo grande receptividade nem pelos fãs nem pelos críticos.
A história relata a vida de Alyson e da sua filha depois de se terem mudado para uma nova casa devido ao seu divórcio. Claire encontra uma boneca na sua nova casa e fica logo atraída por ela, começando aí os problemas e os estranhos acontecimentos que aparecem sempre à volta da menina e da sua boneca. A acção intensifica-se quando Alyson percebe que algo está mal e investiga a casa onde vive e a estranha boneca.
Este é daqueles filmes genéricos que assustam mais quem nunca viu ou pouco vê filmes de terror do que os fãs de terror, aliás a certa altura, quem já está habituado a este tipo de histórias começa a perceber e adivinhar para onde é que isto vai sem ser nunca surpreendido. Apesar da qualidade dos actores ser boa e ter Tobin Bell, Jaime Pressly e Patrick Muldoon, não salva a má qualidade da história e a sua previsibilidade, o que é pena pois a ideia era boa mas talvez se tivesse sido produzida 10 ou 20 anos antes teria outro impacto, em 2014 já não traz nada de novo nem especial ao género. Sendo um filme mais para coleccionadores ou para aqueles que gostam mesmo de filmes de bonecos demoníacos e os quer ver todos.   


Pontos Positivos:
- Representação
- Actores

Pontos Negativos:
- Genérico
- História
- Previsível

Rate: 5/10

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

The Eyes Of My Mother


Um dos filmes independentes que criou mais sensação em 2016, misturando o artístico com o terror e com uma pitada de cultura portuguesa. O filme por não ser comercial teve uma bilheteira pequena, pois não estreou em muitos cinemas. As críticas ao filme têm sido positivas tendo inclusive ganho prémios em festivais de cinema, revistas e awards.
A história relata a vida de Francisca, uma rapariga que vive com os pais numa quinta, até que um dia um estranho lhes bate à porta e acaba por matar a sua mãe, deixando-a a viver só com o pai. Este episódio afectou bastante Francisca, tornando-a numa perturbada que faz com que não só aprisione o assassino da mãe como se torna apática e com problemas de sociabilidade graves.
O filme é bastante interessante e de certa maneira perturbador, mas isso é o que o faz ter encanto, uma história bem contada, infelizmente pequena, podendo ter mais uns minutos para criarem mais episódios com esta personagem peculiar. O filme peca também pelos poucos e simples diálogos e a ideia de tornar o filme "noir" pois tira o impacto de muitas das cenas mais chocantes e perturbadoras. Mas consegue recuperar com essas mesmas cenas, por estarem muito bem feitas, com a interligação entre personagens e a montagem gráfica que fazem ao filme para ter um aspecto artístico e limpo para ter um consumo geral de espectadores. O filme vale por si e consegue entrar nas nossas cabeças pelo fantástico trabalho de tornar este filme psicologicamente perturbador. 



Pontos Positivos:
- Personagens
- Multiculturalismo
- Gráfica
- Representação

Pontos Negativos:
- Imagem Preto e Branco
- Duração
- Lento/ Diálogos

Rate: 7/10

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Filmes de Terror para 2017


Como o ano está a chegar ao fim e os balanços já estão feitos, o que temos de fazer é seguir em frente e começar a pensar o que podemos ver em 2017. Aqui deixo uma lista de filmes que acho que poderão ser os mais interessantes de ver no próximo ano, claro que apesar de tudo podem vir a ser um fracasso, mas pela publicidade ou pelos nomes que têm, criam um interesse e uma expectativa positiva antes de saírem. A lista não está por nenhuma ordem específica, sendo estes os filmes que mais espero ver em 2017, pois são a sequela de sagas já bem conhecidas para os fãs de terror, sendos  alguns bastante aguardados.

World War 2


Saw: Legacy


Jeepers Creepers 3: Cathedral


Rings


Annabelle 2


Insidious: Chapter 4


Alien: Covenant


Por fim, comentem, quais os filmes que estão mais ansiosos por ver em 2017, quais as expectativas e quais aqueles que pensam que irão ser um sucesso e os que irão ser um fracasso.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Top 10 de Séries de Terror em 2016


Esta é a novidade deste ano do blog, para além do top de filmes e dos filmes esperados de 2017, este post irá ser o top 10 de séries de 2016, que neste caso é por temporadas, por exemplo série x temporada y, contam todas as séries que começaram uma temporada em 2016. Porquê este top? Porque as séries cada vez mais fazem parte das nossas vidas e cada vez mais vimos mais séries do que filmes, por isso faz todo o sentido que no final do ano haja um top de séries de terror para partilhar as que achei mais interessantes e poderem-nos discutir aqui também o que melhor se fez no terror ao nivel da televisão.

10- The Strain - 3º Temporada
Esta temporada continua a série que foi inspirada pelo livro com o mesmo nome do Stephen King e traz-nos a continuação da luta contra os monstros que foram criados nas temporadas anteriores mas neste capitulo a luta e os confrontos intensificam-se, pondo em causa a sobrevivência dos que conseguiram escapar inicialmente.


9 - Ash vs Evil Dead - 2º Temporada
Neste segundo capítulo desta série de comédia/terror que é um género de sequela do filme original Evil Dead, a história ganha mais pormenores, mostrando que não é assim tão fácil acabar com os demónios invocados. Ash e o seu grupo terá de partir para outra aventura para tentar destruir o livro que continua a causar problemas.


8- Dead of Summer - 1º Temporada
Esta nova série traz de volta o estilo dos anos 70/80 de slayer killer, muito ao modo de Friday the 13th, tendo um acampamento de férias onde os seus tutores estão a ser atacados por alguém no meio da noite, ao mesmo tempo que nos é apresentado a história de cada personagem antes de chegaresm aquele lugar  e como as coisas podem estar ligadas.


7- The Living and The Dead - 1º Temporada
Esta série britânica, relata a história de um casal que se muda para uma quinta com algumas áreas agrícolas, tendo de lidar com os problemas que vão aparecendo e as lendas que pairam entre as pessoas daquele local, descobrindo aos poucos os acontecimentos que marcaram naquela zona ao longo do tempo.


6- Salem - 3º Temporada
Nesta temporada, a acção intensifica-se e Salem fica mais perigosa gerando uma "guerra" interna entre bruxas para tentarem derrubar o pequeno tirano que tenta por todos os custos ter controlo de tudo e todos, ao mesmo tempo que os seres mortais terão de tentar sobrevivente e lutar, embora ainda de maneira muito discreta, com as bruxas que tomaram conta da cidade.


5 - The Walking Dead - 7º Temporada
A famosa série de zumbis volta este ano depois de ter perdido um bocado a intensidade nas temporadas anteriores, para dar o que os fãs desta série o que eles gostam, um bom drama, com surpresas umas atrás de outras e com a qualidade gráfica que já nos habitou, mostrando também que a série está a chegar ao final das próximas temporadas.  


4- The Exorcist - 1º Temporada
Apesar de não ser assumido, esta série é um género de sequela do famoso filme com o mesmo nome passado bastantes anos, apesar de tratar de novo sobre exorcismos, traz consigo mais um enredo por de trás da religião e das personagem que prometem grandes surpresas para temporadas futuras, realçando os dois padres principais desta série.


3- American Horror Story - 6º Temporada
A série que já nos habitou a ser diferente e esta temporada não é excepção, esta nova história baseia-se numa casa onde acontecem coisas sobrenaturais ligados ao tempo da inquisição e das caças às bruxas mas também numa espécie de programa que tenta ilustrar os "realty shows" americanos sobre acontecimentos passados que têm tido grande sucesso na televisão.


2- Stranger Things - 1º Temporada
A série do momento que tem dado que falar pela internet que mistura terror com ficção cientifica, numa nostalgia que nos leva aos anos 80 e com uma qualidade de representação fantástica que conseguiu cativar os fãs destes géneros e não só, mostrando que o que é bom consegue audiências mesmo fora da população alvo. Esta temporada conta a história de um desaparecimento de um rapaz e as tentativa de todos de o tentarem encontrar e a vinda de uma rapariga com poderes sobrenaturais que pode ser a chave de tudo isto.


1- Penny Dreadful - 3º Temporada
Neste ultimo capitulo da série, a história foca-se mais na origem dos personagem e como eles se tornaram o que são, seguindo os dois personagens principais em aventuras separadas para descobrir quem são, trazendo também o personagem mais aguardada da série, o Dracula e como ele pode influenciar o final desta história fantástica que faz todos os personagens do terror clássico para lhes dar vida em aventuras de terror e thriller e com uma representação de grande qualidade que prende qualquer pessoa mesmo os que não são fãs de terror.


Pronto está feito a minha lista de séries de 2016, espero que tenham gostado, mas como sempre podem deixar comentários, quais as vossas séries preferidas de terror deste ano, se concordam com a lista e quais a séries que mudariam.